Notícias

Geral 01 de Abril de 2019

Diretor do HUST cumpre agenda com parlamentares

Na última semana, o Diretor do Hospital Universitário Santa Terezinha (HUST) professor Alciomar Antônio Marin participou de importantes encontros com parlamentares catarinenses que serviram para estreitar relações e ainda avançar em tratativas de assuntos relacionados à saúde e funcionamento de serviços importantes para a saúde da população atendida no HUST.

Visita

O primeiro dos encontros aconteceu no próprio HUST. Na ocasião, os deputados estaduais Neodi Saretta e Valdir Cobalchini, presidente e membro da Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa de Santa Catarina (ALESC), respectivamente, foram recepcionados pelo professor Alciomar Marin e fizeram uma visita na qual conheceram as instalações do Hospital. Ambos os deputados se colocaram à disposição para auxiliar nas demandas que necessitem de apoio político para serem efetivadas.

Café com Parlamentares

Na quarta-feira, 27 de março foi a vez do Diretor do HUST professor Alciomar Antônio Marin participar, em Brasília, do “Café com Parlamentares da Bancada Catarinense”. O encontro é uma vez por ano como forma de reconhecimento pela atuação dos parlamentares, em destinar recursos de emendas para hospitais no estado, bem como, o compromisso em renovar as demandas para com a Saúde e Hospitais Filantrópicos do Estado de Santa Catarina

Protocolo do Projeto de Radioterapia

Aproveitando a ida a Brasília, no dia 27, o diretor Alciomar Antônio Marin, juntamente com o Senador Jorginho Mello, a Deputada Federal Carmen Zanotto e a representante da empresa Varian, Ligia Pimentel, oficializaram a entrega do projeto da Radioterapia do HUST ao Secretário de Estado da Saúde, Helton de Souza Zeferino. O encontro estava previsto para acontecer no dia 29, em Santa Catarina, conforme definido em reunião realizada no Hospital em Joaçaba, mas por conta da otimização da Agenda com o Secretário de Saúde que se encontrava em Brasília e dos parlamentares, foi possível agilizar essa tratativa.

Diante do documento entregue, aguarda-se a análise da Vigilância Sanitária do Estado. Conseguido isso, espera-se que em 60 dias o Ministério da Saúde dê o parecer final sendo possível licitar a obra que abrigará a radioterapia e estará localizada em um terreno próximo do campus 2 da Unoesc.